PASTOR MAREMANO ABRUZÊS


 

Esta raça antiga de cães que guardava rebanhos vem de cães pastores, na realidade, ainda usados nos Abruzzes, onde a criação de ovelhas ainda prospera, e cães pastores antigos que existiam na região da Toscana e do Lazio.

Particularmente após 1860, com a migração sazonal dos rebanhos de uma região para outra favoreceu o cruzamento natural entre as duas raças primitivas.

O pastor maremano abruzês é um cão de grande porte, fortemente construído, de aspecto rústico e, ao mesmo tempo, majestoso e distinto. A conformação geral é a de um mesomorfo pesado, cujo tronco é mais longo que a altura na cernelha; harmonioso em relação ao formato (heterometria) e aos perfis (haloidismo).

A sua função principal de cão de guarda e defesa do rebanho e das propriedades em geral se evidencia no modo que cumpre esta tarefa, com perspicácia, coragem e decisão. O seu caráter ainda que orgulhoso e alheio à submissão, sabe exprimir uma ligação devotada ao seu dono e a tudo que o cerca.

Machos de 65 a 73 cm de cernelha e entre 35 e 45 quilos. Fêmeas de 60 a 68 cm de cernelha e entre 30 a 40 quilos.

A raça Pastor Maremano Abruzês, de origem italiana, existe a mais de 2 mil anos, sendo sua função durante estes séculos a de proteção de rebanhos de caprinos e ovinos contra ataques de lobos e ursos marrons existentes na região de Maremmano e Abruzzese. Nesta região, os rebanhos ficam, durante o verão, em pastagens mais altas e no inverno, migram para o litoral.

O Pastor Maremano Abruzês tinham como responsabilidade a proteção da única forma de vida de muitas famílias, que era a criação de caprinos e ovinos. Com um tipo de vida selvagem e rústico, o Pastor Maremano Abruzês tem uma grande disposição que os permitem parecerem indiferentes as variadas condições climáticas, do calor ao frio. Por todos estes anos a raça mantém sua característica: um excelente guardião do rebanho contra os mais diversos predadores, necessitando de poucos cuidados alimentares considerando seu tamanho, além de pouco treinamento e supervisão.

São animais que durante toda sua seleção estiveram submetidos a vida dura, rústica e solitária, os dando um temperamento único e especial.


Seu comportamento é de submissão aos animais do rebanho, não apresentando riscos de predação a estes. Possui habilidade original de seguir o rebanho, por 24 horas ininterruptas. São pacatos e preguiçosos durante o dia, porém nunca desatentos aos perigos. Durante a noite, são extremamente ativos, patrulhando os limites, demarcando seu território e latindo quando houver iminência de ameaças.
O sucesso de um guardião no exercício de sua função não é a quantidade de predadores inoperantes (mortos), e sim a ausência dos predadores no território. O Pastor Maremano Abruzês é conhecido por este sucesso. Ele exerce a guarda em três níveis:

1o - LATIR - o que o Pastor Maremano Abruzês detectar estar fora do normal, fora da rotina, ele começa a latir. Se o predador continuar a se aproximar, os latidos ficam mais intensos, avisando de possível retaliação a invasão. Em ultimo caso, se o predador insistir na aproximação, o Pastor Maremano Abruzês partirá ao ataque.

2o - MARCAÇÃO DO TERRITÓRIO - o Pastor Maremano Abruzês demarca todo seu território com urina. Esta prática tem grande ação de intimidação e advertência entre canídeos, sendo uma ação de grande eficácia. O Pastor Maremano Abruzês inspecionará diariamente o território, remarcando o território alertando os predadores de sua fiscalização diária. No caso da vigilância realizada por machos e fêmeas de Pastor Maremano Abruzês, notará que as fêmeas levantarão a pata como machos para demarcação do território.

3o - PATRULHA - Guardando suas energias durante o dia, a noite, quando os riscos de predadores são maiores, o Pastor Maremano Abruzês é extremamente ativo. Serão frequentemente vistos antes do rebanho ao mudar de áreas e pastos. Isso porque o rebanho e os Pastores Maremano Abruzês se interagem e cria no rebanho uma sensação de proteção dada pelo Pastor Maremano Abruzês.
O Pastor Maremano Abruzês é um cão rápido e elástico como um gato, sabem distinguir sons e ruidos inofensivos ou ofensivos. São cães fortes e bem constituídos, com força e audácia suficientes para impedir qualquer ataque de predador ao rebanho.

Vivem entre 10 e 14 anos, sendo um guardião nato por toda sua vida. O Pastor Maremano Abruzês não necessita de treinamento para exercer suas funções de guardiões.

 

Texto escrito por:

Pedro Nacib Jorge Neto, Graduado em Medicina Veterinária, pós-graduado em MBA do Agronegócio (ESALQ USP) e especializado em reprodução de ovinos e caprinos na Australia. Gerente de Produtos na YESSINERGY Agroindustrial Ltda., Diretor Administrativo da Novagen Genética Ltda., Membro do Corpo Técnico da ABCDorper.
REPRODUÇÃO PROIBIDA SEM AUTORIZAÇÃO DO AUTOR.

 

 

 

.. ... .. . .. . .. .. ... . .. .. . .. .